Marcel sobe o tom contra o MBL e compara o movimento ao PT

Ler na área do assinante

Nesta terça-feira, 19, o deputado federal, Marcel Van Hattem, denunciou uma tentativa de “assassinato de reputação” promovida pelo Movimento Brasil Livre (MBL).

Segundo o parlamentar, o MBL age como o Partido dos Trabalhadores (PT).

Em suas redes sociais, ele escreveu:

“Tentativa de assassinato de reputação não é só coisa de petista, como demonstra a postura desonesta do MBL comigo hoje nas redes.”

E acrescentou:

“Obrigado a todos os sensatos que têm enxergado isso e me defendido, de onde quer que venham os ataques.”

Em nota publicada horas depois da denúncia de Van Hattem, o MBL disse ao parlamentar “para escolher seu caminho nesta encruzilhada”:

“Então não nos inclua no rol desses canalhas. E tenha sabedoria para escolher seu caminho nesta encruzilhada. Bolsonaro nos quer, todos, reféns de seu projeto autoritário. Você também será usado e cuspido. Te aguardamos no lado certo da história.”

Em resposta, Marcel foi certeiro:

"Sim. Estive na fundação do MBL e gostaria de jamais me envergonhar disso. Mas vocês estão errando a mão com muitos e deveriam admitir que erraram a mão comigo. Ter sido chamado de "Van Rato" por alguém não deveria justificar vocês fazerem algo similar comigo.
Discordar, tudo bem, é da vida. Partir pra baixaria e me associar a corruptos ou a corrupção, não vou aceitar NUNCA. Molecagem! Se quiserem dialogar pelo bem do Brasil, estamos juntos. Já se é pra ficar de tretinha na internet, tô fora!"

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário ou com o cartão de crédito.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar