Diretas já é oportunismo petista e despreocupação com a situação nacional

O duro é saber que a proposta do PT por novas eleições, está bem distante de qualquer apelo democrático, traduz apenas a ânsia de voltar logo ao poder.


Até a presidente Dilma já admite discutir o assunto. É piada! Admite agora, oportunisticamente, percebendo que a vaca tossiu e foi para o brejo...

Imaginam os petistas que com a retórica do ex-presidente Lula conseguirão novamente iludir o eleitorado.

Sou completamente a favor de eleições diretas, mas no momento certo.

E o momento que se iniciará logo após a efetivação do impeachment da presidente Dilma Rousseff é de reconstrução nacional.

Para tanto, necessário a estabilidade do mandato presidencial.

É preciso que Michel Temer exercite a função de presidente, até para que o povo perceba a diferença e, em 2018, num pleito limpo, sem marqueteiros, a escolha seja mais consciente e domocrática.

E Lula, caso queira disputar uma nova eleição, que se candidate em 2018, caso ainda esteja solto.

Edmundo Zanatta

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política