Exército chinês vai invadir Hong Kong e Taiwan? (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Com Biden no poder nos Estados Unidos, a situação de Hong Kong e Taiwan, províncias da China, muda totalmente. A administração republicana na América servia, e muito, como um escudo para o avanço do Partido Comunista Chinês, principalmente para Taiwan, mas, Japão, Coreia do Sul, Austrália e outros países também usufruíam desta proteção. Nessa reportagem especial para a TV Jornal da Cidade Online, com texto do analista político Ivan Kleber, fica claro que a situação para Hong Kong e Taiwan é ainda mais difícil a partir de 2021.

O Partido Comunista Chinês está disposto a romper o acordo de “um país e dois sistemas” assinado com os britânicos 33 anos antes, afinal é muito arriscado esperar até 2047. O que os chineses não esperavam era uma resistência pela maioria dos moradores de Hong Kong, principalmente pelos jovens.

Já dominar Taiwan é uma questão de honra para a China. Durante a administração Trump, o país obteve conquistas importantes, comprou muitas armas e aviões de guerra americanos e hoje conta com um formidável sistema de defesa, mas agora o jogo virou.

Em 2021, a China deve avançar principalmente no continente africano e na América Latina, pesar ainda mais a mão sobre Hong Kong e aumentar a pressão sobre Taiwan. É assim que morrem as democracias? Com certeza, para os socialistas, não!

Confira:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário ou com o cartão de crédito.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar