Dirigente do MST em recado agressivo diz: ‘os golpistas não dormirão em paz’

Em artigo publicado originalmente no jornal ‘Zero Hora’, de Porto Alegre (RS), o dirigente do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), Cedenir de Oliveira, fez ameaças e foi contundente, dando a entender que em caso de confirmação da admissibilidade do impeachment, com o consequente afastamento da presidente Dilma Rousseff, o MST irá permanecer nas ruas, não dará trégua ao novo governo e a batalha que será travada terá longo prazo.


No entender do líder do MST, o atual Congresso expressa a cara da elite brasileira e a solução para os conflitos que irão acontecer não será fácil.

Ele ainda afirma categoricamente que teremos no país uma verdadeira luta de classes.

Cedenir Oliveira atribui o ‘golpe’, prestes a ser perpetrado, a uma tentativa de fazer com que a escalada de combate à corrupção se encerre.

Ele finaliza dizendo taxativamente que 'os golpistas não dormirão em paz'.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política