Tudo leva a crer que o Presidente do TJ-MS se referiu a Mandetta: “Desprezemos o covarde, irresponsável e picareta” (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Um discurso forte marcou a posse do desembargador Carlos Eduardo Contar como presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ-MS).

O magistrado foi impiedoso com a galera do “Fique em Casa”.

Porém, deu a nítida impressão de mirar como alvo o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta, a quem, sem citar o nome, teria atribuído as seguintes qualificações: 'covarde', 'irresponsável' e 'picareta'.

Eis o que disse o magistrado:

"Voltemos nossas forças ao retorno ao trabalho, deixemos de viver conduzidos como rebanho para o matadouro daqueles que veneram a morte, que propagandeiam o quanto pior melhor, desprezemos, pois, o irresponsável, o covarde e picareta da ocasião que afirma 'fiquem em casa', 'não procurem socorro médico com sintomas leves', 'não sobrecarreguem o sistema de saúde'."

Ora, todos sabem que essas frases foram todas ditas repetidas vezes por Mandetta.

Mandetta é do Mato Grosso do Sul, onde exerceu cargos públicos e, ainda hoje, enfrenta inúmeros problemas judiciais decorrentes de sua nefasta atuação.

Ademais, é justamente no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul que o ex-ministro responde a processos por dano ao erário.

Eis a fala do magistrado:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário ou com o cartão de crédito.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar