DNA ativo. Roseana é denunciada em crimes contra a ‘Saúde’

Inúmeras irregularidades na construção de 64 hospitais do programa Saúde é Vida, que lesaram os cofres públicos em, pelo menos, 151 milhões de reais, motivaram nova denúncia contra a ex-governadora do Maranhão Roseana Sarney, filha do ex-presidente José Sarney.


A ex-governadora é acusada pelo Ministério Público de ter cometido os crimes de dispensa ilegal de licitação, fraude a licitação, peculato, falsidade ideológica e associação criminosa.

As fraudes foram cometidas, segundo o MP, por uma estrutura criminosa ‘com a finalidade de enriquecimento às custas das verbas da saúde pública, bem como financiamento de campanhas eleitorais, quais sejam, as campanhas de 2010 da ex-governadora e do ex-secretário’ de Saúde Ricardo Murad, cunhado de Roseana.

As empresas que construíram os hospitais foram contratadas sem licitação e sem exigência do projeto básico de construção. Cada leito, levando em conta apenas a alvenaria da edificação - sem colchão ou equipamento -, custou aos cofres públicos mais de 118 000 reais. ‘É evidente o superfaturamento dos preços das obras, pois os aditivos não tiveram nenhuma justificativa, senão expandir artificialmente as despesas com as obras dos hospitais, pela forma como foi justificada e pela opção do valor linear dos aditivos para todos os contratos’, concluiu a denúncia.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política