No Rio, Polícia Civil chega cedo na casa de funkeiro Nego do Borel e apreende quase meio milhão de reais

Ler na área do assinante

Na manhã desta quinta-feira (28), a Polícia Civil apreendeu R$ 473 mil na casa do cantor ‘Nego do Borel’, no Recreio dos Bandeirantes, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Na ocasião também foi apreendido o passaporte do artista e aparelhos eletrônicos.

Os mandados foram expedidos com base em denúncias de violência e ameaças relatadas pela ex-noiva do cantor, Duda Reis.

Segundo os investigadores, o valor apreendido estava em notas de R$ 50 e R$ 100, amarradas por elásticos, em um sótão existente no 3º andar do imóvel. O dinheiro será repassado à Justiça de São Paulo, responsável por autorizar a operação. Para reaver o valor apreendido, o artista terá que comprovar a origem do dinheiro.

Os aparelhos eletrônicos apreendidos serão inspecionados para que se verifique a denúncia que motivou a operação, de que Nego do Borel teria ameaçado vazar supostos vídeos íntimos de Duda.

“Apreendemos tudo o que foi determinado, inclusive o dinheiro. Conseguimos um HD de um laptop, dois telefones e um videogame. No momento em que chegamos, não tinha ninguém na casa. Fizemos contato com a mãe e o padrasto (do Nego), que chegaram para abrir o cofre que estava escondido. Me espantou ver essa quantia de dinheiro em casa”, disse a delegada Sandra Ornelas.

Outro mandado também foi cumprido na casa onde o artista está, em São Paulo, onde também foram apreendidos celulares e um computador.

A assessoria de imprensa do cantor declarou que ele não vai comentar o caso.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar