Bolsonaro detona hipocrisia de Doria e Huck: “Não sou de fechar e ir para Miami, nem como outro que foi para uma ilha, o narigudo” (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Na quinta-feira (28), em sua tradicional live no Facebook, o presidente Jair Bolsonaro falou sobre as medidas restritivas impostas em razão da pandemia, e da incoerência de quem defende restrições, mas não se dispõe a segui-las, casos de João Doria e Luciano Huck :

“Eu não sou daqueles de ‘vamos fechar e vamos para Miami’. Não teve outro cara, também, que foi passear em qual ilha mesmo? Aquele que tem um narigão que parece um órgão...
Não vou falar aqui. Parece um órgão acessório. Também fica pregando, abraçando os outros em cima de uma capa plástica. Diz que está com a mão atada e vai passear em Saint Barth com a família. Assim é fácil”, criticou ele.

O presidente ainda aproveitou a oportunidade para falar sobre o Auxílio Emergencial e o impacto dele na economia, caso fosse prorrogado, majorado e ampliado, como muitos desejam:

“Imagina se eu desse auxílio, o dinheiro não é meu. É de vocês. E não é nem dinheiro de vocês. É endividamento de vocês. Todo mundo ganhando, por exemplo, R$ 1 mil por mês até acabar a pandemia. Eu quero saber… O caminhoneiro vai parar também, né? ‘Ah, vou parar, pô, R$ 10 mil até acabar a pandemia’.
E tem muito caminhoneiro que rala para ganhar R$ 1 mil por mês. O pessoal do campo: ‘Ah, vou parar também. Vou ficar trabalhando de sol a sol, se eu posso ficar em casa?’. Agora, vai faltar mantimentos. Se faltar, qual é a consequência? Fome e inflação. Caos social, problemas”, explicou ele.

Confira:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar