No 1º trimestre do ano cresce a inadimplência da Caixa

A qualidade da carteira de crédito atingiu o seu pior nível nos últimos seis anos

O lucro da Caixa Econômica Federal estacionou no primeiro trimestre, enquanto o crédito desacelerou e a qualidade da carteira de crédito atingiu o pior nível em seis anos.

O lucro liquido da Caica, no período de janeiro a março de 2015, foi de 1,5 bilhão de reais, alta de 2,5 por cento sobre igual etapa do ano passado, mas queda de 16,7 por cento ante o trimestre imediatamente anterior.

O lucro teve como principal motor as operações de crédito. No fim de março, a carteira ampliada de empréstimos do banco controlado pela União somava 624,4 bilhões de reais, avanço de 20,1 por cento em 12 meses. O avanço percentual é quase o dobro da média obtida pelos rivais Bradesco, Itaú Unibanco e Banco do Brasil no mesmo período.

A Caixa prevê expansão de 14,5 a 18,5 por cento de sua carteira neste ano, já em nível bastante inferior ao registrado nos últimos anos, quando chegou a crescer cerca de 45 por cento.

Porém, o banco deve anunciar em até 20 dias uma meta menor de crescimento dos empréstimos para o ano, levando em conta o cenário da economia, segundo o vice-presidente de Finanças da Caixa, Márcio Percival.

da Redação

Comentários