Justiça suspende demissão em massa em fábrica da Ford

Ler na área do assinante

Na sexta-feira (05), a Justiça do Trabalho concedeu liminar que suspende a demissão coletiva dos trabalhadores da fábrica da Ford em Camaçari, na Bahia.

O juiz Leonardo de Moura Landulfo Jorge, da 3ª Vara do Trabalho de Camaçari, também ordenou que a Ford não poderá suspender o pagamento dos empregados e daqueles que eventualmente estiverem de licença, enquanto durarem as negociações e os contratos de trabalho estiverem vigentes.

No despacho, o juiz ainda apontou que a empresa não pode praticar “assédio moral negocial, de apresentar ou oferecer propostas ou valores de forma individual aos trabalhadores, durante a negociação coletiva, devendo, caso seja do seu interesse, informar à coletividade das tratativas através de comunicados oficiais”.

Em caso de descumprimento da liminar, está estipulada uma multa de até R$ 1 milhão por item desrespeitado, além de R$ 50 mil por cada trabalhador prejudicado.

A montadora ainda pode recorrer da decisão.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: G1

da Redação
Ler comentários e comentar