Governador comunista do Maranhão autorizou a construção de "módulos íntimos" para presidiários

Ler na área do assinante

Atualização em 11.02.2021 às 19h56: Matéria publicada pelo Jornal da Cidade Online, dizia que o governador do Maranhão, Flavio Dino, havia autorizado a contrução de "motéis" para presidiários. Porém, de acordo com checagem efetuada pela Agência Lupa, a informação é Falsa. Na realidade, segundo a agência, o governo do Maranhão autorizou a construção de módulos íntimos, e não de “motéis”, em 11 unidades prisionais do estado. Fica feito o registro.

Ainda segunda a Lupa, esses espaços servem, entre outras coisas, para que a população carcerária receba visitas conjugais, mas também são usados para encontros dos presos com familiares e amigos.

Essas visitas são previstas na Lei de Execução Penal (artigo 41) e fazem parte da lista de direitos do preso — ou seja, o governo estadual é obrigado a construir esses espaços.Atualmente, a população carcerária do estado do Maranhão é de 12.368 pessoas.

O estado conta com 155 módulos para encontros afetivos e familiares.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar