Prefeito surpreende 'fiscais de Doria' fechando comércio, desabafa e manda recado: “Aqui tem prefeito” (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Uma gravação feita na última sexta-feira, 05, vem repercutindo na internet.

No vídeo, o prefeito de Mirandópolis, Everton Sodário, dá um exemplo de como “defender” o seu povo.

Sodário chegou em um comércio que estava sendo fechado pela fiscalização a mando do governador de São Paulo, João Doria, e fez questão de mostrar a todos que estavam presentes o quão insana e ditatorial é a determinação.

Em resposta a fiscais que estava no local, o prefeito desabafou:

“Eu saí de casa às 5h da manhã, to com a mesma roupa desde cedo. [...] E a hora que eu chego 18h em casa, num quinto dia útil de uma sexta-feira me liga um comerciante que tá trabalhando e me diz assim: ‘a fiscalização do Doria tá fechando o meu comércio e eu preciso trabalhar, e eu preciso vender’.
No quinto dia útil, vocês acham justo fazer isso?”

O prefeito ainda disse mais:

“A população precisa trabalhar! Vocês precisam parar de cumprir ordem ilegal! [...] Aqui eu não cumpro ordem ilegal. O decreto que proíbe você vender bebida alcóolica é ilegal! O decreto que faz você ficar em casa depois das 20h é ilegal! Vamos ter bom senso, o comerciante ganha dinheiro depois das oito… nove horas da noite.”

Sodário ainda ressaltou que não faz o menor sentido o “absurdo” decreto ser cumprido na sua cidade, pois apenas duas pessoas estavam internadas e seu município tem 30 mil habitantes.

“Aqui tem prefeito”, disse Everton Sodário.

Confira a indignação do prefeito de Mirandópolis:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar