Senadora comunista do PC do B pode ser cassada por ‘compra de votos’. Quem diria?

De acordo com o Ministério Público Eleitoral, a senadora amazonense Vanessa Grazziotin (PC do B)  e seu marido, Eron Bezerra, teriam feito uso político e eleitoral do denominado ‘Programa Zona Franca Verde’, de distribuição de sementes e implementos agrícolas.


A dupla comunista, além de ter utilizado o tal programa para a compra de votos, segundo o MP teve, ainda, a campanha eleitoral financiada com recursos provenientes de caixa 2 e efetuou despesas de campanha sem declarar corretamente à Justiça Eleitoral.

A senadora e o marido são acusados de abuso de poder econômico, compra de votos e captação, além de gasto ilícito de recursos de campanha nas eleições de 2010.
No recurso, o MPE destaca o depoimento de um eleitor que afirma que integrantes do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), no município de Novo Remanso, teriam lhe oferecido um motor, em meados de agosto de 2010, para que ele votasse em Vanessa e no marido.


Ainda de acordo com o MPE, Omar Aziz (eleito governador do Amazonas em 2010), Eduardo Braga (eleito senador) e Vanessa Grazziotin teriam pago seus cabos eleitorais por meio de terceiros, o que, segundo o órgão, impede o efetivo controle da arrecadação e da aplicação dos recursos de campanha desses candidatos pela Justiça Eleitoral.

O Ministério Público Eleitoral informa ainda que no dia 28 de setembro de 2010, uma equipe da Polícia Federal, com base em uma denúncia anônima, abordou no embarque no Porto da Manaus Moderna o vereador de Amaturá (AM) Siríaco Silva Gomes. O MPE afirma que, ao revistar a bagagem do vereador, os policiais encontraram R$ 88 mil em espécie, além de material de propaganda eleitoral da então candidata Vanessa Grazziotin.

O MPE afirma que os elementos de prova apontam para ‘a existência de veementes indícios de corrupção eleitoral’ em benefício de Vanessa Grazziotin.

A senadora, pelo visto, é adepta da prática de que a lei só deve ser rígida com os inimigos, pois, em seu própria benefício, ignora completamente às normas e legislações que devem ser seguidas.

Uma decepção para o povo amazonense.

da Redação

                https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline


Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política