Sou Giles, assessor da presidente Dilma para ‘coisas erradas’

A delação premiada da publicitária Danielle Fonteles, que seria ‘sócia de fato’ da primeira dama mineira Carolina Pimentel, destrincha o elo que une os ‘mal feitos’ e as ‘coisas erradas’ do atual governo à presidente Dilma Rousseff: Giles Azevedo.


Danielle, dona da agência de publicidade Pepper, que cuidou de toda a parte digital das campanhas petistas de 2010 e 2014, admitiu à Justiça ter feito parte de uma engrenagem para repassar recursos ilegais para o PT.

As acusações de Danielle dão conta que todo o esquema era idealizado numa sala contígua à da presidente Dilma Rousseff, ocupada justamente pelo assessor especial Giles Azevedo, homem de confiança de Dilma Rousseff.

Giles tinha acesso direto à presidente. Sempre foi conhecido nos meios políticos como a pessoa que entrava e saia do gabinete presidencial sem pedir licença.

Danielle revela que, por meio destas operações, a Andrade Gutierrez, a Queiroz Galvão, a OAS e a Odebrecht - empreiteiras denunciadas no Petrolão – abasteceram o caixa dois do PT. Valores que superam os R$ 58 milhões.

Além das construtoras, de acordo com a delação da publicitária, outras empresas contribuíram ilegalmente para a campanha de Dilma, via agência Pepper.

Na delação, Danielle acusa outros fornecedores do governo, como, por exemplo, a agência de publicidade Propeg, dona das contas da Caixa Econômica Federal e do Ministério da Saúde, teria contribuído.

Chamou a atenção de procuradores o destino do dinheiro que circulava pela Pepper. Parte dos recursos remunerou blogs, celebridades e jornalistas alinhados com o PT. A Pepper, por exemplo, pagou cerca de R$ 20 mil mensais ao criador do perfil ‘Dilma Bolada’, Jefferson Monteiro.

Giles Azevedo tem negado envolvimento em qualquer crime, mas tudo indica que deixou impressões digitais bastante evidentes, o que também poderá implicar Dilma Rousseff.

da Redação

                                https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política