Por um nefasto projeto de poder, Doria e Maia sabotaram durante dois anos o Governo Bolsonaro (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

O que antes era uma suspeita muito forte, agora parece escancarado: João Doria (PSDB) e Rodrigo Maia (DEM) trabalharam juntinhos durante dois anos para sabotar o Governo Bolsonaro. O objetivo primário era enfraquecer, publicamente, o presidente e, posteriormente, viabilizar uma chapa própria para 2022, com Doria pra presidente e Maia como vice.

Dois mandatos do tucano e Maia como sucessor sob as bençãos do “chefão” Fernando Henrique Cardoso.... Mas, deu tudo errado porque o DEM abandonou Maia, às vésperas da eleição que definiria o novo presidente da Câmara dos Deputados. Arthur Lira (PP), apoiado pelo Planalto, foi o candidato vitorioso.

Com Lira na presidência, as pautas econômicas fluem com tranquilidade e o ministro da Economia, Paulo Guedes, planeja “desengavetar” 19 propostas paradas na gestão de Maia. A reforma administrativa é uma das mais importantes e urgentes delas.

Enquanto Maia esteve no poder, pautas simples como gratuidade da carteirinha dos estudantes e DPVAT, até as mais complexas, como reforma tributária e privatizações, nada passava pelo “crivo” do demista, um 'traidor' da pátria.

Confira o vídeo:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar