Doria sofre derrota que pode ser crucial e Bruno Araújo tem mandato prorrogado no PSDB

Ler na área do assinante

Nesta sexta-feira, 12, o “ditador da calça apertada”, João Doria, obteve mais uma derrota.

Após dias de disputa interna, o PSDB decidiu prorrogar, por mais um ano, o mandato de Bruno Araújo como presidente nacional do partido, cargo que Doria tinha como meta.

O mandato de Araújo à frente da legenda venceria em maio.

O movimento para restabelecer Araújo à frente da sigla aconteceu em resposta ao governador.

A decisão que reconduziu Araújo foi tomada de forma unânime. Parte de um grupo de deputados que criticou os posicionamentos de Doria, o líder do PSDB, Rodrigo de Castro (PSDB-MG), elogiou a postura "agregadora" do presidente do partido.

Uma das posições defendidas pelo governador e criticada por esses parlamentares é o plano de expulsar do partido o deputado Aécio Neves.

Devido aos últimos “surtos” ditatoriais de Doria, criou-se um movimento interno no “tucanato” que estimula uma possível pré-candidatura presidencial do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite.

Próximo a Doria, o presidente do PSDB de São Paulo, Marco Vinholi, afirmou que a prorrogação dos mandatos foi defendida pela executiva paulista, que avalia que "o momento requer que usemos todas as nossas forças no enfrentamento da pandemia".

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar