Gilmar extrapola novamente, diz que Lava Jato é um "esquadrão da morte" e que Lula é "digno de julgamento justo" (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Em uma entrevista no dia 02 de fevereiro, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, voltou a defender ‘um julgamento justo’ para o ex-presidente Luiz Inácio ‘Lula’ da Silva.

Gilmar Mendes disse, ainda, que a força-tarefa de Curitiba da Operação Lava Jato manipulou a justiça:

“Acho tudo isso lamentável, todos nós de alguma forma sofremos uma manipulação disso que operava em Curitiba. Acho que temos que fazer as correções devidas, tenho dito e enfatizado que Lula é digno de um julgamento justo”, disse ele.

O ministro também fez críticas ao grupo de procuradores e o ex-juiz Sérgio Moro, que contribuíram para a condenação de Lula.

“Independentemente disso, temos que fazer consertos, reparos, para que isso não mais se repita, não se monte mais esse tipo de esquadrão da morte. Porque o que se instalou em Curitiba era um grupo de esquadrão da morte, totalmente fora dos parâmetros legais”, completou Mendes.

Resta descobrir o que, na concepção de Gilmar Mendes, caracterizaria um julgamento justo, já que provas sobre a culpabilidade de Lula não faltam.

Confira:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar