Incoerência: petistas agora acham que Cunha deveria ficar para atrapalhar Temer

Fica demonstrado, mais uma vez, que o PT não tem qualquer preocupação com a nação. Infelizmente, toda a conduta do petismo é regida pela ‘politicagem’.


Agem, opinam e dirigem suas ações para onde anteveem a possibilidade de levar mais vantagem.

Ora, uma retórica petista para bombardear a questão do impeachment da presidente Dilma Rousseff, consistia na situação de que, uma vez Michel Temer presidente, Eduardo Cunha, de fato, seria o vice.

Na realidade, o segundo na linha sucessória, por presidir a Câmara dos Deputados.  Argumentavam os petistas, que Cunha era ‘imoral’, ‘mentiroso’ e ‘corrupto’.

Com o afastamento de Cunha, em função de medida liminar do ministro Teori Zavascki, esperava-se que o PT elogiasse e apoiasse a decisão.

Negativo.

Segundo matéria publicada no jornal ‘Folha de São Paulo’ ‘a avaliação foi a de que, já que Cunha comandou todo o processo de impeachment da petista, era melhor que ele continuasse no cargo para, na opinião deles, desgastar a imagem do eventual governo do vice-presidente Michel Temer’.

O jornal prossegue: ‘Nos últimos dias, Temer disse a aliados e peemedebistas que iniciaria um processo de afastamento de Cunha, recebendo-o apenas em agendas oficiais. O receio é que a imagem do presidente da Câmara poderia contaminar a sua gestão interina. Para auxiliares e assessores da petista, a Suprema Corte demorou para analisar a saída do peemedebista diante das denúncias contra ele, o que, na avaliação do Palácio do Planalto, influenciou na aprovação do processo de impeachment da presidente.’

Diante disso, na avaliação do petistas, uma vez que o afastamento da presidente é fato consumado, seria melhor que Cunha permanecesse no cargo, atrapalhando e desgastando a nova gestão.

Em outras palavras: dane-se o país.

Amanda Acosta

redacao@jornaldacidadeonline.com.br

                                        https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política