Malcriado, literalmente, o blogueiro que não se satisfaz: Mentiras, maledicências e achismos pessoais

Ler na área do assinante

Parabenizo a jornalista Patrícia Salles pelo artigo sobre o blogueiro Ricardo Kertzman.

As ofensas proferidas pelo sujeito são a medida exata da covardia dos que se utilizam da liberdade de imprensa, e fazem disso sua própria latrina. O dito cujo foi citado numa matéria que escrevi em novembro do ano passado, que mostrava o despreparo profissional dele, e de suas contratantes (Isto É e Estado de Minas/UAI), que dão espaço para essa figura ridícula, nefasta e, como denota o artigo da Patrícia, desse abominável ser.

Artigo da Patrícia Salles, que recomendo leitura:

https://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/27029/em-um-unico-artigo-colunista-da-istoe-ofende-o-presidente-a-mae-o-filho-e-a-esposa

Minha coluna do dia 13.11.2020:

https://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/24563/o-jornalismo-que-foge-do-profissionalismo-da-etica-e-do-compromisso

Nesta atualização que faço sobre o blogueiro, retiro o pedido de desculpas que dei na coluna anterior, bem como não reconheço mais o eventual direito dele em escrever o que bem entende.

Cabe aqui o questionamento à justiça, que tem por obrigação interpelar os textos deste cidadão, em especial aos ministros do STF que sustentam o tal inquérito das fake news.

Os textos deste sociopata, operário do mal e meliante do ódio, transcendem a lógica de qualquer opositor com um mínimo de senso crítico. Não é possível alguém dar crédito a textos baseados em mentiras, maledicências e achismos pessoais, com o simples propósito de tentar desqualificar uma pessoa.

Afinal de contas, sua doentia perseguição ao presidente trata-se de enfermidade ideológica, neurótica ou é econômica mesmo (em outras palavras, um venal)? Sua fixação inexplicável fica evidenciada já na apresentação de seu portifólio de textos, desde suas manchetes e imagens. Sobre o conteúdo, não vou perder meu tempo.

Veja o que mostram as 18 últimas chamadas do fulano, todas neste ano, num espaço de 40 dias:

- Quinze vezes escreve a palavra Bolsonaro;
- Doze fotos do presidente;
- Por treze vezes o presidente foi tema central dos seus textos;
- Dos três textos que não cita Bolsonaro, um carrega a foto do presidente;
- Todas são carregadas de críticas odiosas.

Sua “vitoriosa” campanha espetaculosa deve estar agradando aos seus 669 seguidores no twitter, 1.115 no Instagran e os 4.995 no facebook, afinal com seus pensamentos erráticos, linha de raciocínio deformada e invariável burrice, o blogueiro vem conseguindo manter seu nome em evidência (que horror uma pessoa se prestar a isso). Mas cá pra nós, tenho a impressão que a maioria prefere o anonimato do que desfilar seu nome e sobrenome no esgoto da mediocridade. Meus sentimentos aos familiares dele.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Ler comentários e comentar