STF observa Cunha e pode decretar prisão preventiva

Caso o deputado Eduardo Cunha tente, de alguma forma, obstruir as investigações em curso contra ele, poderá ter sua prisão preventiva decretada pelo STF (Supremo Tribunal Federal).


Afastado da presidência, ele também não terá mais condições de influenciar nas investigações internas na Câmara em seu processo de cassação no Conselho de Ética.

Cunha já está ciente da situação, pois foi alertado nesta quinta-feira (5) por aliados que estiveram em sua residência.

No entendimento do grupo mais próximo de Cunha, a decisão unânime do STF foi extremamente contundente, deixando claro que qualquer movimentação dele próprio ou de qualquer outro deputado em seu benefício será prontamente rechaçada.

A atitude também demonstra que esse grupo vai agora buscar afastar-se de Cunha. Fora da presidência ele não tem mais nada a oferecer aos deputados que o defendiam por mera conveniência estratégica.

De qualquer forma, caso Eduardo Cunha ouse agir com a mesma desenvoltura de alguns dias atrás, certamente poderá ter o mesmo destino do senador Delcídio do Amaral.

"Agora, todo mundo terá medo de cumprir ordens de Cunha para retardar o processo no Conselho de Ética", disse um aliado do presidente afastado. "Agora Cunha tem que ficar quieto", completou. 

da Redação

                          https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline


Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política