Novo nódulo reaparece no fígado e Bruno Covas terá que retomar quimioterapia

Ler na área do assinante

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), foi diagnosticado com câncer em 2019. Mas, exames de imagem recentes, realizados nesta quarta-feira (17), detectaram o surgimento de um novo nódulo no fígado dele. Diante dessa nova situação clínica, o tratamento será alterado. A imunoterapia será interrompida para “dar espaço” à quimioterapia convencional.

Já estão prescritas quatro sessões de 48 horas, com intervalos de 14 dias entre cada uma e, ao final, serão realizados novos exames de imagem para controle.

Covas foi internado, nesta terça-feira (16), para realizar exames de controle, mas, de acordo com a assessoria de imprensa, ele passa bem.

“Clinicamente, o prefeito está bem disposto, alimentando-se bem e recuperando peso após período de radioterapia. Os exames de imagem realizados nesta quarta-feira (17), evidenciaram sucesso da radioterapia no controle dos linfonodos, próximos ao estômago”, diz a nota.

O prefeito de São Paulo iniciou a quimioterapia na tarde desta terça-feira mesmo e deverá ficar internado até sábado (20). O infectologista David Uip, o cardiologista Roberto Kalil Filho, os oncologistas Artur Katz e Tulio Eduardo Flesch Pfiffer e o diretor adjunto do Departamento de Radioterapia do Hospital Sírio-Libanês, João Luis Fernandes da Silva fazem parte da equipe que acompanha Covas. Já o boletim médico, é assinado pelo Diretor de Governança Clínica do hospital, Fernando Ganem, e pelo Diretor Clínico, Angelo Fernandez.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacaoFonte: JPNews

da Redação
Ler comentários e comentar