Xuxa chega ao "fundo do poço", sai em defesa de cantor Belo e ataca Bolsonaro

Ler na área do assinante

A 'insanidade' da “turma da lacração” não tem limites…

A apresentadora Xuxa Meneghel talvez seja um dos maiores exemplos disso.

Recentemente, a “ex-rainha” saiu em defesa do cantor Belo, preso sob acusação de gerar aglomeração no Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

Para defender o pagodeiro, Xuxa usou como “alvo” o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro.

"O filho do presidente participa de festinha em casa de veraneio (lembra que gravaram?) e ninguém fez nada. O próprio presidente cria aglomeração e tumulto, fotografa com pessoas que vão vê-lo e nada acontece", escreveu ela, em suas redes sociais.

E prosseguiu:

"As praias estão lotadas, bares aqui no Rio entupidos. Por que a lei serve para uns e não para outros? Qual é o critério de escolha? Esse sim e esse não? Ser artista hoje em dia é errado e ser político ou gostar dessa política é correto, por quê?"

Sem limites!

Comparar Jair Bolsonaro a um sujeito que já foi preso em três oportunidades e condenado por tráfico de drogas e associação para o tráfico é de uma canalhice inigualável!

Vale lembrar que Belo foi parar atrás das grades em 5 de junho de 2002 — quando passou 37 dias na carceragem da Delegacia Antissequestro (DAS) —, e depois, em 5 de novembro de 2004, em regime fechado. Somente em 2007 o cantor conseguiu pela primeira vez o direito à liberdade condicional.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar