Em ato de coragem, vereador detona hipocrisia de prefeito de BH: "Prostíbulos estão abertos, mas as escolas estão fechadas" (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Não é de hoje que o vereador Nikolas Ferreira vem expondo os desmandos do prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil.

Durante toda a pandemia, a capital mineira vem sofrendo nas mãos do alcaide, que não se cansa de lançar decretos com medidas restritivas de fechamento de comércios e escolas, sem se preocupar com o impacto que isto causa na população.

O vereador, de apenas 24 anos, tem sido a voz que ressoa os protestos dos cidadãos, que já estão revoltados com as imposições.

Agora, novamente Nikolas valoriza o cargo que o povo lhe concedeu, através de voto, para questionar o posicionamento do prefeito:

“É uma questão de prioridade: os prostíbulos aqui de Belo Horizonte estão abertos, mas as escolas estão fechadas. A gente vê ônibus lotados, mas a escola não pode ter o seu distanciamento, os seus protocolos”, apontou ele.

Citando diversas pesquisas realizadas por instituições de renome, como UNICEF, UNESCO e OMS, a Sociedade Brasileira de Pediatria e a ONU, que recomendam a reabertura das escolas, Nikolas lembrou que a decisão de não retornar às aulas é do prefeito:

“Infelizmente, a prefeitura virou uma monarquia, onde de manhã o Kalil acha que é rei, e de tarde ele tem certeza”, ironizou o vereador, quanto ao fato de o prefeito não dar ouvidos à população.

Assista ao vídeo na íntegra:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar