Num final de semana revelador, a segunda desmoralização de Amoêdo: “Virou uma calopsita”

Ler na área do assinante

Ninguém respeita mais o ex-candidato a presidente e fundador do partido Novo, João Amoêdo.

Aliás, o sujeito não se dá ao respeito.

Virou uma “calopsita”, como bem disse o deputado Alexis Fonteyne.

A calopsita, para quem não sabe, é uma ave que emite gritos, assobios e imita sons que ouve com frequência.

Amoêdo, o “calopsita”, atacou a bancada do NOVO na Câmara Federal por ter votado contra a prisão do deputado Daniel Silveira.

Disse o “calopsita”:

“Como filiado do NOVO, discordo do voto da bancada que foi contra a manutenção da prisão do deputado bolsonarista. É decepcionante, também, que o partido não seja oposição ao desgoverno que temos hoje. Não era esse o papel que imaginávamos para o NOVO quando da sua fundação.”

A medíocre declaração foi inicialmente “destruída” pelo deputado Marcel van Hatten.

Na sequência, foi a vez do deputado Alexis Fonteyne, que qualificou Amoêdo como “anti líder”:

“Você virou uma calopsita que só fica papagueando mas não propõe absolutamente nada. Oposição sem proposição. Vai contra os valores do NOVO, se acha o salvador do partido e do Brasil e defende uma liberdade seletiva, a sua. É um anti líder, que divide o partido ao invés de unir.”

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar