Sentimento de Lula é de que foi ‘traído’ por Dilma

As expressões mais usadas atualmente entre os petistas são ‘traição’ e ‘traidor’ (a).


E, de fato, as traições foram inúmeras, simplesmente porque nos momentos cruciais prevaleceu o ‘salve-se quem puder’, ou o ‘individual’ se sobrepôs ao coletivo.

O ex-presidente Lula, hoje extremamente ressentido, acuado e amedrontado, pressentindo que está há poucos dias do ‘fim’, prestes a ser preso pela Operação Lava Jato, entende que tal situação é culpa de Dilma, que nada fez para blindá-lo. Dilma o traiu. É este o sentimento. A sensação é de profundo arrependimento por tê-la feito sua sucessora.

Dilma, por sua vez, abandonada, neste dia das mães foi buscar o carinho e o consolo da filha e dos netos, em Porto Alegre. A presidente está irreconhecível, abatida, acabada e se sentindo traída, por tudo e por todos, até mesmo pelo seu maior defensor, o ministro José Eduardo Cardozo (veja matéria aqui). A sensação também é de arrependimento por não ter rompido com Lula e o PT.

Delcídio do Amaral, por exemplo, nunca pensou em delatar. Destratado e rotulado como ‘imbecil’, não teve outra saída.

Assim, um a um, todos foram sendo traídos por todos.

A ganância e a soberba tomaram conta e o sentimento de que eram ‘invencíveis’ trouxe a ‘cegueira’.

O fim do PT começou com a vitória eleitoral em 2014.

O resultado será amargo e novamente reina o 'salve-se quem puder'.

Amanda Acosta

redacao@jornaldacidadeonline.com.br 

                       https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline


Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política