O petróleo nunca foi nosso e a Petrobras deveria ser chamada de “PTbras” (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Depois que o presidente Jair Bolsonaro escolheu um novo nome para o comando da Petrobras – uma prerrogativa dele como chefe do Executivo –, a esquerda e a "mídia do ódio" passaram a questionar a indicação do general “quatro estrelas”, Joaquim Silva e Luna, alegando que ele estava “militarizando” o Governo e que isso seria “golpe”.

A imprensa e a “bolha histérica” do mercado financeiro “liberalóide” passaram a disseminar a queda nas ações da empresa em 20%, após Bolsonaro indicar o general para a presidência da empresa mista (estatal e privada).

Mas, a verdade é que vivemos uma grande mentira: o petróleo não é nosso!! Se fosse nosso e se a Petrobras fosse, somente, estatal, ela não obrigaria o cidadão brasileiro a pagar mais caro pelo combustível feito no Brasil a fim de agradar os acionistas. Ou ninguém aí percebeu que, toda vez que a empresa dá prejuízo, quem paga a conta é o povo brasileiro?

Se não é acionista da Petrobras, a sua função é “segurar o pepino”. Simples assim. É esse o tema exposto com precisão pelo comunicador Ed Raposo.

Confira o vídeo:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar