Poema resume a polêmica com a Petrobrás e viraliza na web (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Desde que Bolsonaro optou por substituir o Presidente da Petrobrás, ações caíram e subiram, descobrimos os escândalos do Presidente Castelo Branco e as lembranças de Pasadena e Abreu e Lima voltaram.

Pois bem, para resumir tudo isto, nada melhor do que um poema, para encararmos a realidade com humor e sem dor.

Vejam o poema publicado no canal do YouTube, Os Bastidores de Brasilia, escrito por Emílio Kerber:

O Nosso Petróleo não é espólio
.
Quando eu penso que não anda pra trás
Surgem novas notícias
E vem da potência Petrobrás
Gerenciada por imundícias

.

Pasadena
Abreu e Lima
Propina clandestina
Todo mundo desanima

.

Aí vem o Presidente da Estatal
Que fica em home office
Com medo de passar mal
sem medo de perder a posse

.

Sindicatos enriquecendo
Mais jetons e grafiticações
E a empresa esmoirecendo
Com desperdícios de milhões

.

Na bolsa, ações sem valor
Aí vem o desespero
Dor de cabeça e calor
Já perdi o meu esmero

.

Para por ordem na Petrobras
A nossa maior estatal
Só faltava mesmo um ás:
Pode ser um general

.

Milico que entende de gestáo
Pra mim tanto faz
Desde que não seja ladrão
E salve a Petrobras

Confira:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Foto de Emílio Kerber Filho

Emílio Kerber Filho

Escritor. Autor do livro "O Mito - Os bastidores do Alvorada".

Ler comentários e comentar