As reformas necessárias e urgentes para o Brasil avançar (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Entre 1988 e 2013 o Brasil realizou 15 minirreformas tributárias, informação disponibilizada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA). Nesse período foram incluídos no ordenamento jurídico 31 novas normas tributárias por dia.

O Banco Mundial apontou, em relatório elaborado em 2019, que uma empresa brasileira gasta em média 1.958 horas por ano com a burocracia tributária. É a pior posição no ranking do relatório.

A equipe da TV Jornal da Cidade Online preparou um vídeo especial, com texto do analista político Carlos Dias, mostrando a importância das reformas para o Brasil avançar.

O relatório da OCDE de 2015 aponta uma carga tributária de 32% do PIB no Brasil.

Dados da Receita Federal de 2017 indicam uma carga tributária de 32,43% e em 2018 uma elevação para 35,07% do PIB. Em 2019 a carga tributária em relação ao PIB manteve-se praticamente estável referindo-se ao nível de 2018.

Está cada vez mais evidente que se as esperadas reformas no campo econômico não avançarem, ajustes forçados nas contas públicas serão feitos através, por exemplo, da elevação das taxas de juros.

No atual estágio da organização político-administrativa do país, não haverá tanto ingresso de investimentos internacionais. Portanto, devemos nos empenhar substantivamente nas reformas ou continuaremos a ouvir o já cansativo discurso de país do futuro.

Confira:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar