Haddad diz que Ciro é "candidato de direita", PDT se irrita e antecipa o inevitável choque

Ler na área do assinante

Não é novidade que a esquerda nacional está dividida, mas a situação parece piorar a cada dia.

Em uma entrevista concedida na última segunda-feira (1º), Fernando Haddad (PT), acabou citando Ciro Gomes (PDT) como um dos possíveis candidatos de "direita" à presidência nas próximas eleições:

“A direita tem o Ciro, Moro, Mandetta, Huck, Doria, qual é o problema? Isso tudo tem um ano e meio para se discutir. Não faz sentido inibir uma pessoa de se apresentar e conversar com a sociedade”, disse ele.

A declaração gerou revolta dentro do PDT, e o presidente do partido, Carlos Lupi, acabou usando seu perfil no Twitter para responder ironicamente ao potencial candidato do PT:

“Estimado Fernando Haddad, Ciro tem um projeto de nação consolidado, profundamente nacionalista, defendendo os trabalhadores e os direitos sociais. E isso não é ser esquerda, o que é? Dar mais dinheiro aos bancos que FHC?”, questionou Lupi, fazendo referência aos lucros obtidos por instituições financeiras durante os governos de Lula e Dilma, ambos petistas.

Nem mesmo a esquerda se aguenta.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar