Bia Kicis vence resistências e Arthur Lira deve confirmá-la na CCJ ainda hoje

Ler na área do assinante

Após um mês de trabalhos e acordos, a procuradora aposentada do DF e deputada federal Bia Kicis (PSL-DF) deve ser mesmo confirmada como presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), colegiado mais importante da Câmara, nesta quinta-feira (4).

Para que Kicis ocupasse o cargo, a parlamentar Carla Zambelli (PSL) teve que recuar da Secretaria de Comunicação.

As comissões devem ocorrer ainda hoje, mas também há a previsão de que os líderes dos partidos podem concentrar esforços na aprovação da PEC Emergencial nos próximos dias.

Pela CCJ, tramitam os principais projetos da Casa. É dessa comissão a responsabilidade de analisar a constitucionalidade de cada texto. Para assumir o cargo, Kicis – que é comunicativa e respeitosa – conseguiu o apoio do PP, PL, PSD e Republicanos. A oposição, certamente, vai protestar contra o nome dela. Mesmo assim, a deputada tenta construir “pontes de comunicação” com a esquerda, argumentando que a palavra será dada a todos quando estiver no comando da comissão.

O DEM já se comprometeu a votar nela.

Com relação a suplentes, titulares e secretarias da Casa, a ideia é eleger um indicado escolhido pelo PSL para não atrapalhar as negociações para o comando de outras comissões.

E, assim, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), demonstra, mais uma vez, a sua força e confirma a fama de ser um homem discreto, honrado e que mantém a sua palavra.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: Globo

da Redação
Ler comentários e comentar