O tucano Eduardo Leite e a “pandemia da canalhice”

Ler na área do assinante

Sobre a decisão VIOLENTA e ILEGAL feita pelo Governador do RS de proibir o livre comércio de produtos, não permitindo que os cidadãos comprem coisas nos supermercados, minha opinião é que a coisa, desse ponto para frente, passou limites que não deveriam ser passados.

O Presidente da República, obviamente, não manda em Governador de Estado. Mas ele é o CHEFE SUPREMO DAS FORÇAS ARMADAS. Nesse contexto, ele tem que dar a ordem para que elas (as Forças) restabeleçam imediatamente a ordem social no Rio Grande do Sul.

A população inocente daquele estado está sendo atacada por um “ato anti-democrático”, para usar uma expressão do momento, perpetrado pelo Governador. O próprio STF já “criminalizou” atos anti-democráticos...

Então, é hora de o Presidente USAR A CANETA. É hora de ele convocar o Conselho de Segurança e fazer o seu papel de Chefe de Estado. Um Governador não tem autorização legal para agir assim. Ele não pode praticar medidas que levam caos ao seu Estado e aniquilam a vida de milhões de pessoas e ficar impune, sem que isso seja interrompido.

As pessoas vão acabar morrendo mesmo; mas não do covid, e sim pelos efeitos da “pandemia de canalhice” que esse Governador do RS implementa.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Ler comentários e comentar