Senador comenta prisão de desembargadores suspeitos de envolvimento em esquema de Witzel (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Na última terça-feira (2), a Polícia Federal deflagrou a Operação Mais Valia, na qual foram presos quatro desembargadores e seis advogados que, segundo o Ministério Público Federal, teriam ligações em esquema de corrupção comandado por Wilson Witzel (PSC), governador afastado do estado do Rio de Janeiro.

De acordo com o MPF, desembargadores do TRT da 1ª região teriam recebidos vantagens indevidas para incluírem Organizações Sociais no Plano Especial de Execução da Justiça do Trabalho.

Em entrevista, o senador Carlos Portinho (PL-RJ) revelou sentir “tristeza” pelo ocorrido, mas viu a operação de forma positiva, chegando a dizer que essa ação da PF está revelando à população o que antes talvez estivesse debaixo do tapete.

O senador, que assumiu o cargo em outubro, após o falecimento de Arolde de Oliveira, ainda chegou a afirmar que espera a devolução dos recursos roubados dos cofres públicos.

Confira:

Alexandre Magnani

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar