Governador do RS extrapola, proíbe venda de produtos “não essenciais” e internautas não perdoam: “#leitepsicopata”

Ler na área do assinante

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), confirmou, nesta sexta-feira (5), que todas as regiões do estado permanecem em bandeira preta até 21 de março. Já o toque de recolher, das 20 às 5 horas segue até 31 de março.

“Analisando experiências no Reino Unido, Portugal e Alemanha, observamos que, via de regra, foram três semanas até apresentar uma redução substancial de ocupação de leitos. A intenção é promover um melhor engajamento porque, se não houver perspectiva de saída, há uma forte disposição de contestação de determinados segmentos a voltarem a algo próximo ao normal”, alegou Leite.

Outra medida que assustou os residentes no Rio Grande do Sul é que Leite proibiu a venda de produtos “não essenciais”, entre eles: eletroeletrônicos e itens de bazar, em supermercados de forma presencial.

Cada estabelecimento, agora, terá que restringir o acesso dos clientes às prateleiras, tapando ou mesmo retirando os produtos do local.. A venda por delivery foi autorizada.

O governador também proibiu o banho de mar e a prática de esportes aquáticos, no litoral, rios e lagoas.

Os internautas, claro, não concordaram com as “esquisitices” e levantaram a tag #leitepsicopata, que chegou aos trend topics, neste sábado (6).

Aparentemente, para o gestor estadual é mais fácil alguém contrair Covid-19 comprando itens não essenciais do que aglomerando para adquirir todo o resto.

Se essa moda pega....

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar