Collor, magoado, relembra 1992 e critica ‘soberba’ de Dilma (veja o vídeo)

‘A autossuficiência pairava sob a razão’, assim o ex-presidente Fernando Collor de Mello, definiu a presidente afastada Dilma Rousseff.


Excluindo as questões de foro íntimo, Collor disse verdades incontestáveis.

Apontou o governo do PT como adepto de ‘cooptação’ e de um ‘fisiologismo que envergonham a classe política’.

Em boa parte de seu discurso, comparou o próprio impeachment, em 1992, ao processo que confirmou o afastamento de Dilma nesta quinta-feira (12), criticou a velocidade do procedimento contra ele - quatro meses da apresentação da denúncia ao julgamento final -, observou o fato de a presidente petista utilizar a advocacia da União em sua defesa e ainda criticou uma suposta violação ao direito de defesa em seu processo. ‘O rito é o mesmo, mas o ritmo e rigor não’, resumiu.

da Redação

Veja o vídeo:

                                      https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Política