Doria anuncia novas restrições a comércios, eventos religiosos e campeonatos esportivos (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Em entrevista coletiva, o Governo de São Paulo, sob comando de João Doria (PSDB), resolveu “apertar” as medidas restritivas e impôs “toque de recolher”, das 20 às 05 horas, sob o qual restaurantes só poderão funcionar por delivery, pois a retirada de produtos e refeições está proibida. Campeonatos esportivos também foram paralisados.

As lojas de material de construção ficarão fechadas e o recesso escolar para a rede pública de ensino foi a para o período de 15 a 28 de março. As escolas particulares poderão funcionar, mas somente com 35% da capacidade.

Atividades administrativas não essenciais só poderão ser realizadas através de teletrabalho.

Essa fase emergencial valerá em todo o estado, a partir desta segunda-feira (15) e permanecerá por 15 dias. A ideia de Doria é retirar de circulação, ao menos, 4 milhões de pessoas distribuídas em 14 atividades diferentes.

Mais cedo, o governador já havia admitido nas redes sociais que adotaria medidas “impopulares”. A expectativa é que, em breve, ele determine o fechamento de escolas e igrejas.

O estado de São Paulo está na fase vermelha, a mais rigorosa do Plano SP.

Confira o vídeo:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: G1

da Redação
Ler comentários e comentar