Em busca do fortalecimento da economia, Guedes cita um possível "seguro-emprego" de R$ 500,00

Ler na área do assinante

Na última quinta-feira (11), o ministro da Economia, Paulo Guedes, participou do primeiro encontro da frente parlamentar da Micro e Pequena Empresa.

Durante a reunião, que tinha por objetivo traçar estratégias para diminuir os impactos da pandemia no segmento, Guedes afirmou que o governo federal trabalha no planejamento de novas medidas para a manutenção do emprego no país.

Segundo o ministro, além da renovação do programa para suspensão de contrato ou redução de jornada (BEM), o governo está analisando algumas outras estratégias que devem ser anunciadas pelo presidente Jair Bolsonaro "um pouco mais para frente".

Guedes disse que entre as possibilidades que estão sendo estudadas, está a criação de um "seguro-emprego" de R$ 500,00, com o objetivo de evitar demissões:

“Temos o seguro desemprego: a pessoa é mandada embora e o governo dá R$ 1000. Porque não dar R$ 500 como seguro-emprego?!”, disse ele.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar