Em resposta a Fachin, Deltan sobe o tom sobre anulações em favor de Lula

Ler na área do assinante

O promotor e antigo coordenador da “Operação Lava Jato”, Deltan Dallagnol, usou as redes sociais para se manifestar a respeito do que disse o ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, de que haveria uma conspiração entre o Ministério Público e o ex-juiz federal e ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, para condenar o ex-presidente e ex-presidiário, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

A defesa do petista alega que Moro condenou o petista em dois processos na 13ª Vara Federal de Curitiba, de forma parcial e, para isso, baseiam-se em mensagens hackeadas, que não deveriam, mas foram utilizadas como provas contra integrantes da força-tarefa.

“O juiz Sérgio Moro absolveu 63 pessoas que acusamos, mais de 21% dos réus. Recorremos de 98% das sentenças. Ele indeferiu centenas de nossos pedidos. A tese de conluio só enfrenta um único problema: a realidade. Os dados a desmentem. Cobrar do Ministério Público agilidade em manifestações nos casos urgentes ou pedir prioridade a certos casos ao juiz é normal. Se aconteceu, é meritório, indica diligência. Tem muita gente procurando pelo em ovo para anular condenações”, desabafou Dallagnol.

E prosseguiu:

“Há muitos outros exemplos. Um veículo publica rotineiramente reportagens com a tese de que a cooperação internacional fora dos canais da autoridade central é ilegal, mas ela é reconhecida como legal até mesmo em documentos da própria autoridade central, além das recomendações nacionais e internacionais. Tem muita gente com interesse em ver erro onde não tem”, disparou.

A decisão de Fachin ainda está sob análise da Segunda Turma do Supremo, mas quatro deles já votaram: dois a favor e dois contra a atitude do ministro, que também é relator. O último integrante que falta votar é Kássio Marques Nunes que, por sinal, pediu vistas ao processo e, assim, adiou o julgamento. O voto dele será decisivo, mas ainda não tem data para que ocorra.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário,

cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: JPNews

da Redação
Ler comentários e comentar