Daniel Silveira finalmente está em casa e promete recorrer de nova decisão de Moraes

Ler na área do assinante

Na tarde deste domingo (14), o deputado federal Daniel Silveira deixou o Batalhão Especial Prisional (BEP) de Niterói, no Rio de Janeiro, para cumprir prisão domiciliar.

Após 26 dias de prisão, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, determinou a prisão domiciliar com uso de equipamento de monitoramento eletrônico.

Foi necessário que a Polícia Militar efetuasse a interdição da rua para impedir que os apoiadores de Daniel, presentes no local, cercassem o parlamentar. Mesmo assim, ele recebeu um buquê de flores de uma apoiadora.

Silveira ainda não falou com a imprensa, já que a decisão de Moraes proíbe qualquer tipo de entrevista ou publicações nas redes sociais, mesmo que através de sua assessoria de imprensa.

Por outro lado, a defesa de Silveira emitiu nota oficial em que critica a decisão do ministro do STF:

“Os argumentos usados pelo ministro (Alexandre de Moraes) não guardam relação com o objeto da prisão levada a termo ao arrepio do Comando Constitucional”, afirmou o advogado responsável, que disse ainda que vai recorrer da ordem de prisão domiciliar.

Na nota, a defesa ainda declara que a nova prisão causa ‘constrangimento ilegal’ e que 'os tempos são estranhos'. Ao encerrar, o advogado cita uma frase da juíza da Suprema Corte norte-americana Sandra O’Connor:

“Um sistema de detenção sem questionamento carrega consigo o potencial de se tornar um meio de opressão e de abuso”.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar