O vídeo que você não vai ver na TV: O maior programa de assistência emergencial do Hemisfério Sul (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Em março de 2020, o Brasil foi atingido por uma crise mundial incomparável. O Governo Federal encarou de frente o problema, criando o Comitê de Crise de Enfrentamento à Covid-19; um órgão interministerial coordenado pela Casa Civil da Presidência da República.

Desde o início da pandemia, não faltaram recursos e medidas para salvar vidas e preservar empregos. Foram muitos bilhões encaminhados aos entes federados. Os Estados e municípios receberam grande apoio do Governo Bolsonaro. Foram repassadas verbas e distribuídos equipamentos de proteção individual, respiradores e habilitados leitos específicos para o enfrentamento do coronavírus.

“Tivemos perdas inestimáveis e também exemplos de recuperação”, diz parte do vídeo.

O apoio aos mais vulneráveis sempre foi prioridade do Governo Federal, intensificado durante a pandemia. Por isso, o Brasil realizou o maior programa de assistência emergencial do Hemisfério Sul e nem as dimensões continentais do país foram obstáculos para o atendimento a comunidades remotas. A logística adotada na crise é comparada a um esforço de guerra.

Não faltou comida na mesa do brasileiro, o país ainda exportou ao mundo e o programa emergencial de preservação do emprego e renda manteve ativos muitos postos de trabalho.

Prova de que o Governo Federal continuará a salvar vidas e a preservar empregos.

Confira o vídeo:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário,

cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar