Moraes atende pedido do PSOL, "trava" a infraestrutura e Tarcísio promete recorrer

Ler na área do assinante

Na última terça-feira (16), o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, afirmou que pedirá reavaliação da decisão do ministro do Supremo Tribunal federal (STF), Alexandre de Moraes, que suspendeu o projeto de construção da Ferrogrão.

A decisão de Moraes atendeu a um pedido de liminar do PSOL, que apontava possíveis danos ao meio ambiente.

O projeto é referente à construção de uma ferrovia ligando Mato Grosso e Pará, facilitando o escoamento do agronegócio da região.

Segundo o ministro, a área do projeto ferroviário segue ao lado do eixo da rodovia BR-163, e já foi excluído do Parque Nacional Jamanxim, motivo pelo qual pedirá a reavaliação:

“Nós vamos apresentar argumentos com a Advocacia-Geral da União. Vamos apresentar nosso ponto de vista.”, disse ele.

Tarcísio declarou ainda que a suspensão do projeto que ainda não foi submetido ao licenciamento ambiental é precipitada:

“Estou tranquilo. Sabemos do compromisso que os ministros do STF têm com o meio ambiente. No entanto, vejo que temos bons argumentos para garantir a continuidade do projeto, que passará ainda pelo licenciamento ambiental. Portanto, não há razão de urgência em paralisar o processo.”

É mais uma vez o PSOL tentando atrapalhar o governo e utilizando para tal, o STF.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar