PF prende hacker suspeito do maior vazamento de dados do Brasil

Ler na área do assinante

Marcos Roberto Correia da Silva, 24 anos, mais conhecido como “Vandathegod”, foi preso pela Polícia Federal, nesta sexta-feira (19), em Uberlândia (MG), em operação que apura a divulgação e comercialização de dados pessoais de 223 milhões de cidadãos brasileiros. Um outro hacker chamado “JustBR” também está sendo investigado.

A “Operação Deepwater”, como ficou denominada, também está realizando ações em Petrolina (PE). Além da prisão do hacker, os policiais cumprem cinco mandados de busca e apreensão nas duas cidades onde a atuação está concentrada.

No final de janeiro deste ano, a polícia recebeu pedido da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) para que abrisse inquérito para apurar o caso. Há suspeita de que autoridades públicas estejam entre os alvos dos criminosos.

A PF identificou que, em 2021, dados sigilosos de pessoas físicas e jurídicas foram disponibilizados em um fórum na internet. A página é especializada em troca de informações sobre atividades cibernéticas. Nesse site, eram apresentadas informações de pessoas físicas e jurídicas, como CPF e CNPJ, nome completo e endereço.

A divulgação de parte dos dados sigilosos foi feita, gratuitamente, como “isca” por um usuário que, ao mesmo tempo, expôs à venda o restante das informações, em criptomoeda. Após diligências, a PF descobriu a identidade do hacker e o prendeu nesta sexta-feira. Equipamentos eletrônicos, dispositivos de armazenamento e um computador do suspeito foram apreendidos na residência dele.

Marcos Roberto já é um conhecido da polícia. Ele foi alvo de outra operação da PF, chamada “Exploit”, que prendeu, em 2019, hacker suspeito de invadir os sistemas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ele é investigado por ter participado da invasão que expôs informações administrativas de ex-servidores e ex-ministros do TSE no primeiro turno das eleições municipais de 2020.

Na polícia civil de Minas, Marcos Roberto Correia da Silva também é investigado por invasão de dispositivo e estelionato.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário,

cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: G1

da Redação
Ler comentários e comentar