Doria se irrita com Covas após ele tomar decisão sem o "consultar"

Ler na área do assinante

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, antecipou dois feriados de 2021 (Corpus Christi; de junho; e Dia da Consciência Negra, de novembro) e três feriados de 2022 (aniversário de São Paulo, de janeiro; Corpus Christi, de junho; e Dia da Consciência Negra, de novembro), em uma última tentativa de evitar um ‘lockdown’ na cidade.

O governador do estado, João Doria, não ficou satisfeito em não ter sido consultado sobre a decisão.

Segundo Doria, a medida causou mal-estar com prefeitos de cidades do litoral, que temem que, com o feriado prolongado na capital, a população acabe superlotando as praias:

“As prefeituras têm autonomia para suas decisões, e nós reconhecemos isso. Mas há certas decisões que o bom senso recomenda que sejam compartilhadas previamente com o governo dado ao fato de que a decisão de uma cidade muitas vezes implica em impacto nas cidades vizinhas. Faltou aí um pouco de bom senso da Prefeitura de São Paulo em fazer esse compartilhamento prévio para evitar exatamente o mal-estar que acabou provocando", disse o governador.

Covas, que está no Hospital Sírio-Libanês para mais uma sessão de quimioterapia, respondeu através de sua assessoria:

“O senso que falta é o senso de urgência. Aqui na Prefeitura tem menos falação, o foco é no trabalho e colaboração. Faço o máximo que posso para defender o povo da minha cidade. Sempre aberto a colaborar com outras cidades e com o governo do Estado. Mas cada um precisa assumir suas responsabilidades”, declarou ele.

Doria não gostou, e disse ainda:

"Nós alertamos ontem a Prefeitura de São Paulo de que uma medida como essa deveria ser discutida previamente com o governo do estado de São Paulo e com os prefeitos da região metropolitana e também do litoral e não anunciados sem esse tipo de entendimento, porque gera evidentemente dúvidas e preocupações em prefeitos, sobretudo do litoral de SP, litoral norte, baixada santista, litoral sul, em relação ao volume de pessoas que poderiam se dirigir a estas cidades diante de um feriado prolongado. Infelizmente a decisão do prefeito foi anunciar sem esse tipo de entendimento prévio", afirmou Doria.

A "desordem" tomou conta de SP...

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar