Escândalo Sexual: Imagens de pedofilia com políticos de MS já circulam na internet

O pastor Gilmar Olarte pode estar entre os envolvidos no crime

Já circulam na internet imagens do caso de pedofilia envolvendo políticos de Mato Grosso do Sul.

A Perícia Criminal já analisou os vídeos gravados pelas próprias garotas menores de idade e constatou que o ex-deputado Sergio Assis e o ex-vereador de Campo Grande, Alceu Bueno, são os protagonistas das lamentáveis façanhas sexuais.

Alceu Bueno renunciou para se livrar da cassação e assim preservar os seus direitos políticos.

Na ocasião quando o caso veio a tona, o presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador Mario Cesar da Fonseca, ainda tentou livrar o colega, mas, felizmente a pressão exercida pela opinião pública não permitiu.

O caso deu margem a novas investigações que, todavia estão agora em segredo de justiça.

Extraoficialmente, no entanto, já se sabe que pelo menos mais dez políticos de Mato Grosso do Sul estão envolvidos em crimes de pedofilia.

O pastor evangélico, que através de um golpe político assumiu a prefeitura da Capital, recentemente denunciado pelo programa “Fantástico” da Rede Globo por ter utilizado cheques em branco de eleitores para compra de vereadores, também pode estar envolvido na prática de pedofilia.

Nas investigações do GAECO em inúmeras gravações realizadas com autorização judicial, aparecem menções a existência de um vídeo do prefeito em cenas de pedofilia.

Além disso, esta semana começou a circular outro vídeo onde o próprio prefeito pastor faz menção a um  vídeo onde o seu ex-assessor Ronan Feitosa (pastor na mesma igreja) o acusa da prática criminosa.

A Justiça permanece inerte.

da Redação

da Redação

Comentários