Em ato que denota desespero, FHC admite aproximação com Lula para eleição em 2022

Ler na área do assinante

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o FHC, declarou, em entrevista ao Estadão, que não descarta a possibilidade de uma aliança com o ex-presidente e ex-presidiário Luís Inácio Lula da Silva para as eleições de 2022.

“Da minha parte, estou aberto a conversar. É necessário. Na minha concepção, é preciso definir quem é o inimigo principal. Se é o Bolsonaro, como a gente ganha dele? E ganhar para fazer o quê? Essas são as duas questões postas”, declarou FHC.

Rui Costa, governador petista da Bahia, vem tentando fazer com que o partido estabeleça alianças para a próxima disputa presidencial e defende, até mesmo, uma reaproximação com o PSDB e vem alinhando, junto ao governador do Piauí, Wellington Dias, um canal de diálogo entre Lula e o governador de São Paulo, João Doria:

“Se depender de mim, vamos trabalhar para isso. Sou a favor de que coloquemos o Brasil acima das nossas divergências políticas secundárias.”

Vale ressaltar ainda que alguns petistas dizem que existe uma tentativa de alinhamento com Alexandre Kalil, prefeito de Belo Horizonte e, atualmente, uma das principais lideranças do PSD.

Um ato de desespero da oposição...

Um verdadeiro 'vale tudo' pelo poder.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: Estadão

da Redação
Ler comentários e comentar