Nunes Marques manda claro recado a Gilmar: "Não temo ninguém. Apenas a Deus"

Ler na área do assinante

Após Gilmar Mendes “discursar” e criticar, por mais de uma hora, o também ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Kássio Nunes Marques, o magistrado recebeu o direito à fala e rebateu as acusações do agressor.

Muito mais lúcido e objetivo na retórica, Nunes Marques não mencionou as insinuações de que seria um “juiz covarde” por ter votado contra a suspeição de Sergio Moro e, categórico, afirmou:

“Se eu tivesse algo a ensinar de direito a vocês, iriam até me apelidar de professor de Deus. Meu contributo é o silêncio. Não vou fazer réplica ou tréplica. E o meu silêncio é de respeito aos votos divergentes, aos que pensam de forma diferente e sem nenhuma intenção de desqualificar nenhum dos argumentos lançados por Vossas Excelências. Quem me conhece sabe que não me inibo com nada e que não temo ninguém nesse plano. Sou temente apenas a Deus”, afirmou, silenciando a tribuna.

O ministro indicado por Bolsonaro encerrou a resposta, sinalizando sobre o tom de menosprezo com que Gilmar Mendes tratou seu estado de origem, o Piauí, ao dizer que “isto [o voto de Nunes Marques] não é garantismo nem aqui, nem no Piauí”.

“Quando vossa excelência diz que o ‘garantismo’ não é nem aqui, nem no Piauí, pode ser interpretado como uma forma de menosprezar um Estado pequeno. Queria fazer esse registro e apresentar escusa se, eventualmente, no meu voto ofendi a forma de pensar dos senhores. Apenas retratei a minha forma de pensar”, disse, educadamente Marques.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário,

cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar