Joias e bolsas de luxo, apreendidas do tráfico, são leiloadas

Ler na área do assinante

A Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, leiloa até o dia 31 de março, 37 itens de luxo apreendidos do tráfico internacional de drogas, pela Polícia Federal, durante a “Operação Antigoon”, que fiscalizava contêineres nos portos do Rio de Janeiro, São Paulo e Espírito Santo.

O leilão de joias, relógios e bolsas de luxo é totalmente online e será estendido até o dia 7 de abril, com lances iniciais equivalentes a 80% do valor do bem. As peças, que estão no Rio de Janeiro, têm lances iniciais entre R$ 200,00 e R$ 10 mil.

Todo o dinheiro arrecadado será destinado ao Fundo Nacional Antidrogas e também às polícias dos estados que efetuaram a apreensão dos bens. Até 40% do valor obtido com a venda dos produtos será revestido para essas instituições.

Desde 2020, esse é o décimo leilão realizado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública no Rio de Janeiro; resultando na arrecadação de mais de R$ 6 milhões aos cofres públicos.

Em julho do ano passado, foram leiloados diamantes, barras de ouro e uma fazenda, relacionados ao processo que envolve o ex-governador Sérgio Cabral.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário,

cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: R7

da Redação
Ler comentários e comentar