MPF aciona a PF e pede inquérito contra o governo do petista Wellington Dias pelo “sumiço” de 50 mil vacinas

Ler na área do assinante

O petista Wellington Dias, governador do Piauí, pode estar em sérios apuros...

Na tarde desta quinta-feira, 25, o Ministério Público Federal (MPF) requisitou a instauração de inquérito pela Polícia Federal para apurar um possível desvio de 50.667 doses de vacinas contra a covid-19, por parte do Governo do Piauí.

Segundo informações, os 224 municípios do Piauí teriam que receber até agora 392.080 doses de vacinas Coronavac e AstraZeneca, entretanto, os prefeitos incluíram no cadastro do governo federal somente 341.413 doses dos imunizantes, tendo uma sobra de mais de 50 mil doses que, inexplicavelmente, não estão sendo localizadas.

Com tamanha gravidade na denúncia, o procurador da República Kelston Pinheiro Lages requisitou à PF a apuração da existência do possível crime de peculato, com a materialidade, bem como a identificação dos autores de eventuais infrações penais.

“A vacina é um bem público com destinação específica. O seu desvio ou subtração em proveito próprio ou alheio em uma situação de normalidade já grave , numa situação de calamidade pior ainda com sérias repercussões do âmbito criminal e da improbidade administrativa. Os fatos são graves e precisam ser esclarecidos”, destacou o procurador.

Até o momento, o governo petista nega desvios e afirma que atualiza o sistema após entrega das doses aos municípios.

Entretanto, não conseguiu explicar o “sumiço” dos imunizantes.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar