Ernesto Araújo e o submundo da extrema imprensa

Ler na área do assinante

Desde a saída do Presidente americano Donald Trump o mundo tem ficado muito confuso e de difícil interpretação. A extrema-imprensa teve um casamento feliz com Joe Biden, a Primeira Ministra da Alemanha Angela Merkel reconheceu um erro em seus extremismos de lockdown, enquanto o governo comunista chinês tenta colocar paz no conflito entre Israel e Palestina.

No Brasil esse ambiente de confusão não é diferente.

A prisão do Deputado Daniel Silveira por ordem do Ministro Alexandre de Moraes; a anulação de todas as condenações de Lula relacionadas à Operação Lava-Jato por outro Ministro do STF, Edson Fachin; e as violências no fechamento das cidades operadas por prefeitos e governadores, alvoroçaram todo o submundo da esquerda.

A última agora veio do Presidente da Câmara dos Deputados Arthur Lira que, segundo a extrema-imprensa, teria pedido ao Ministro Ernesto Araújo um diálogo com a China. Não seria estranho se descobríssemos que o Partido Comunista da China esteja operando por detrás desse pedido do presidente da Câmara dos Deputados. Uma vez que, a muito tempo o governo chinês vem tentando derrubar Ernesto Araújo do cargo de Ministro de Relações Exteriores do Brasil. Tudo indica que os chineses querem, de fato, ter mais liberdade de ação por aqui. E ao que parece, o Ministro Ernesto é sim, um fiel soldado brasileiro contra o avanço monstruoso do dragão vermelho em nosso território.

Diante desse contexto de guerra, os jornalistas da extrema-imprensa já festejaram a queda dos ex-ministros da Educação Ricardo Vélez e Abraham Weintraub. Agora, recentemente, comemoraram o envio do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, de volta às fileiras do Exército. E é claro que, os jornalistas extremistas estão batendo tambor para que Ernesto Araújo seja também retirado de seu cargo de Ministro.

Ernesto Araújo é um forte aliado do Presidente Bolsonaro. Sem dúvida, é um dos poucos ministros que consegue capitar a estratégia do governo ao mesmo tempo que a equilibra com a confusão atual do mundo internacional. A pandemia do vírus da china é a maior crise mundial que a era moderna já viu desde a Segunda Guerra Mundial. Ser ministro das relações exteriores de um país falido culturalmente, quebrado financeiramente e atolado em todo tipo de corrupção não é para qualquer um. Não por acaso, o nome Ernesto significa combatente firme.

Seja como for, as entranhas do submundo da extrema-imprensa somado aos chiliques da esquerda não cessarão tão cedo. Vão agir até derrubarem outro ministro do Presidente Bolsonaro. Espero que o Presidente permaneça firme contra toda essa horda de inimigos do Brasil.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Foto de Daniel Souza Júnior

Daniel Souza Júnior

Editor do blog Teoritica. Aluno do Programa de Mestrado em Administração da ESAG/UDESC.

Ler comentários e comentar