Juiz determina soltura do próprio filho, preso por dirigir embriagado

Ler na área do assinante

O juiz da 1ª Vara da Comarca de Floriano (PI), Noé Pacheco de Carvalho, determinou a soltura de seu filho, Lucas Manoel Soares Pacheco. O jovem, que é estudante, foi preso por dirigir embriagado e bater em uma motocicleta.

Apesar de ‘tecnicamente impedido’ para atuar no caso, conforme o próprio parecer, o juiz alega que algumas situações, que devem ser levadas em conta, fizeram com que optasse por dar andamento na situação.

Segundo ele, o fato de seu substituto estar de férias deveria inferir em que o Tribunal de Justiça do Piauí indicasse um outro magistrado para o caso, mas que isto ‘certamente levará tempo, acarretando demora injustificada na defesa do autuado’.

Mesmo admitindo que a prisão em flagrante não teve ‘qualquer ilegalidade’, o juiz alegou que seu filho ‘não causou significativo abalo à ordem pública e nem evidenciou periculosidade’:

“Ademais, o indiciado é tecnicamente primário e possui residência física. Não há indicativos concretos de que os suspeitos pretendam furtar-se à aplicação da lei penal, tampouco que irá perturbar gravemente a instrução criminal”, justificou ele, em sua decisão.

A prisão de estudante foi feita após ele bater em uma motocicleta. O casal que estava na motocicleta interceptou o veículo de Lucas e acionou a Polícia Rodoviária Federal para que apurasse o acidente. Ao realizar o teste do bafômetro, os agentes verificaram ‘teor de 1,6 mg/l de álcool por litro expelido pelos pulmões’ do rapaz.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar