Pio Barbosa Neto

Articulista. Consultor legislativo da Assembleia Legislativa do Ceará

O caminho e o jeito de caminhar

Vida é sinônimo de movimento. Porque as coisas nunca são iguais, estão sempre em transição, mudança, etc. Tem gente que se acostuma com o caminho. Mas se acostuma tanto que quando quer mudar o rumo das coisas, ao invés de mudar o caminho, muda o jeito de caminhar.

"Criar é um potencial inerente ao homem e, a realização deste potencial, uma necessidade", de tal modo que "viver e criar se interligam (Fayga Ostrower)

É como quando estamos procurando alguma coisa perdida dentro de casa. Adianta procurar novamente na mesma gaveta que você acabou de olhar?

Mesmos caminhos levam a mesmos lugares. E se você quer novos destinos, não adianta seguir por caminhos já trilhados.

O que somos agora, nada mais é do que o resultado direto de nossas emoções sentidas, vezes tantas contrariadas diante das posturas desconexas de um viver macerado pelo medo, dor, angústias.

O que importa sempre, é que temos que assumir uma postura clara diante do que o coração nos oferece e graciosamente nos sugere aceitar - o direito de amar novamente.

Por certo, delinear um caminho, expressar seus matizes, espelhar seus raios dentre sendas de um íntimo a ser percorrido, urge tempo e paciência, pois nem sempre estamos habilitados a conviver com nossas fraquezas e até vencê-las, há que existir, portanto, um universo de intensas e profundas queixas a nos invadir nos chamando para mais dentro, buscando assim perceber a grandeza do que buscamos, escondida numa tênue descoberta de nós mesmos a nossa procura, ao nosso encontro.

Imaginar que este tão pequeno mundo nos convida a desvendá-lo, nada mais é do que uma grande e profunda missão na qual todos os seres humanos ousam projetar - o desejo de felicidade.- há envolver nossos dias, a acalentar sonhos de imensa beleza e doce encanto a nos provocar cedo, ainda quando o dia não surgiu, dentro da gente, o tempo todo.O melhor jeito de caminhar...

Onde podemos encontrá-lo? Em nós mesmos.. Caminhante, não há caminho, o caminho se faz ao caminhar. ( Antonio Machado )

De tudo ficaram três coisas... A certeza de que estamos começando... A certeza de que é preciso continuar... A certeza de que podemos ser interrompidos antes de terminar... 

Façamos da interrupção um caminho novo... Da queda, um passo de dança... Do medo, uma escada... Do sonho, uma ponte... Da procura, um encontro! (Fernando Sabino)

Pio Barbosa Neto

Professor, escritor, poeta, roteirista

Pio Barbosa Neto

Articulista. Consultor legislativo da Assembleia Legislativa do Ceará

Siga-nos no Twitter!

Mais de Pio Barbosa Neto

Comentários

Notícias relacionadas